Dicas & Organização No avião

O voo atrasou? Indeminização na mão em 4 simples passos

Ao passar os olhos pelas redes sociais, aparece-nos publicidade de várias empresas que pedem indeminizações por voos atrasados aos passageiros, cobrando uma percentagem da indeminização (claro ninguém trabalha de borla) e passando uma mensagem de “descanso” a quem recorre aos seus serviços, slogans do género: “Confie em nós. Tratamos de tudo e receberá o dinheiro”. E é mesmo assim.

Uma parte dos passageiros não conhece todos os seus direitos. E pedir uma indeminização à companhia aérea por atraso, é simples. Não é tão simples como entregar toda a informação a uma empresa, e ela trata do resto. Mas pela diferença nos custos, vale a pena.

O voo atrasou mais de 3 horas? Passe á ação!

Em 4 passos:

1-Entrar na página dos direitos dos passageiros na EU

Direitos dos Passageiros

2-Escolher a situação


 

 

 

 

3-Imprimir o formulário

 

 

 

 

 

 

4-Preencher o formulário e enviar como carta registada para a companhia aérea


 

 

Algumas companhias aéreas têm um espaço próprio para este tipo de pedido, no seu website. E umas vezes é fácil encontrar, e outras nem por isso. E ainda outras companhias (pouquíssimas), têm o formulário bem visível e acessível. A carta registada vai para a morada indicada nos Contactos.

Normalmente, entre 1 a 2 semanas, o passageiro recebe um e-mail da companhia aérea a pedir o NIB para transferência do montante da indeminização, ou para indagar se a pessoa quer o montante em crédito para descontar em outros voos no futuro.

Em que situações não se pode pedir uma indeminização?

Em situações em que o atraso ocorra por motivos externos à companhia aérea (circunstâncias extraordinárias): gestão do tráfego aéreo, instabilidade política, condições meteorológicas adversas ou riscos para a segurança.

Se uma companhia aérea indicar circunstâncias extraordinárias, para o não pagamento da indeminização, deve explicar claramente os motivos.

Se não receber uma resposta da transportadora aérea e considerar que os seus direitos de passageiro aéreo da UE não foram respeitados, ou não ficar satisfeito com a resposta da companhia aérea, pode reclamar aqui.

Dependendo do preço dos voos que comprou, pode ficar com os bilhetes pagos.

É um direito nosso pedir esta indeminização, independentemente das refeições ou alojamento oferecido durante um atraso.

Aproveitem.

Bons Passeios!

Escrito por

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostou do blog? Partilhe :)