Em familia

Viver com menos cria espaço para mais viagens

viajar em família

Viajar hoje, é muito diferente de há uns anos. E não são assim tantos, 10-15 anos.

Agora, podemos trabalhar, um bocado, durante as viagens e assim é nos permitido ficar mais tempo. Não fazemos check-in da mala, não perdemos tempo à espera na chegada ou preocupar que se vá perder nos aviões. Não compramos sacos de recordações, não perdemos tempo em lojas ou desperdiçamos dinheiro. Não temos um itinerário rígido e complexo, para não andar à pressa ou sentirmo-nos desapontados se perdermos alguma atracão.

Visitar várias atracões, não é o principal propósito das viagens,  mas torna-as mais agradáveis e enriquecedoras.

Embora tenhamos uma grande emoção em conhecer monumentos grandiosos, os nossos momentos favoritos são passados a apreciar paisagens fantásticas, refeições diferentes e a passar tempo em família.

 

viajar com crianças
Sigiriya (clicar para abrir)

Como viajar mais, com menos?

Viver com menos permite ter mais recursos para viajar e estas dicas vão ajudar no próximo passeio:

  • Levar menos bagagem. Levar o roupeiro atrás, é mau para as costas e acima de tudo inútil.
  • Escolher um apartamento (Airbnb), em vez de um hotel. É mais económico, tão ou mais confortável e podem ter coisas que não temos nos hotéis, uma cozinha ou máquina de lavar roupa.
  • Menos papel. Já não é necessário imprimir as reservas de coisa nenhuma: hotéis, voos, aluguer de carros, etc. guarde tudo no telemóvel ou tablet, numa aplicação prática, como a Evernote, printscreens, ou o que for mais fácil para cada um.
  • Planear menos. Claro que quer ver tudo, mas vai apreciar mais a experiência se usar algum tempo para aprender sobre o local, absorver e divertir-se. Menos planos, significa menos frustração e muito mais oportunidades de se surpreender.
  • Menos MDPA. Medo de perder algo. Se este medo aparecer e estiver sempre a controlar, então irá mesmo perder a simples beleza de olhar à sua volta, de estar presente.

Quando temos menos preocupações em casa, é mais fácil sair e ver o mundo. Quando viajamos com poucas coisas, podemos deslocar facilmente e estar focados nas coisas mais importantes.

Se vamos com a mente aberta, as viagens ensinam-nos muito. Aprendemos sobre os lugares e o povo, mas também descobrimos que não é preciso muito para ser feliz, que a necessidade de planeamento é sobrestimada, e quando viajamos de coração aberto, não perdemos uma única coisa.

Bons Passeios!

Vai gostar de ler:

viajar com crianças
Viagens são recomeços (clicar para abrir)
viajar com crianças
10 Mudanças nas viagens após os filhos (clicar para abrir)

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Gostou do blog? Partilhe :)