Contos de Viagem

Obrigado Cristiano Ronaldo!

Hanoi é a capital do Vietname. Apesar dos seus 6 milhões de habitantes, caos e poluição. É um lugar surpreendente no que toca a cultura e segurança.

Pode-se circular de várias formas, mas o que mais se vê, são as motas.

O que nos despertou a atenção, não foram as motas, mas sim os capacetes. Os vietnamitas desta cidade usam os capacetes mais hilariantes que já vimos até hoje. O que conta, não é proteger a cabeça (o uso do capacete não é obrigatório), mas sim proteger o penteado!

Isso mesmo! o capacete tem o formato do penteado. Não conseguem imaginar né?

Por exemplo, se o dono do capacete tem uma franja, o capacete tem o recorte da franja. Se a senhora usa um Tutu, o capacete tem um buraco redondo atrás. Se usa um rabo de cavalo, como a mãe Duarte, então tem o recorte para, o dito, não se desfazer. E por aí fora. Desde palas para o sol e tudo quanto são padrões hilariantes, é conforme o gosto de cada um. E ninguém estranha.

Nós não ficámos indiferentes a esta moda. Os capacetes oferecidos com motas de aluguer são… como podemos dizer… nojentos que até assusta. E compramos os nossos!

IMG20170320160939.jpg

Tudo muito bonito no Vietname, mas estes capacetes ainda foram passear a Bali. E foi com eles, que ocorreu a história que vamos contar:

Em Bali, o uso de capacetes é obrigatório. Em estradas secundárias, a polícia não dá muita importância, mas dentro das cidades grandes e em estradas principais, é para usar mesmo.

Tínhamos os capacetes novos e já circulávamos há alguns dias quando fomos interpelados pela policia.

Temos carta de condução internacional (é também obrigatório) e capacetes, logo não vai haver problema. Encostamos na berma.

O policia nunca tinha visto (pois claro) estes capacetes, e o da mãe Duarte parecia um boné, de longe.

O policia quis ver e mexer no capacete. Faça o favor!

– Este capacete parece um boné e fiquei confuso. É melhor não usar. Outros policias vão pensar o mesmo. Voltem para trás- Diz o polícia já a começar a escrever no caderno que tinha na mão.

– Claro não há problema. Compramos no Vietname, mas realmente só faz sentido mesmo por lá.

– De onde são? Quero ver a carta de condução.

– Portugal.

– Ah Portugueses!! vizinhos do Cristiano Ronaldo?

– Ahhh pois… mais ou menos…

– Podem seguir! não há problema com os capacetes! Sigam e boa viagem!

E guardou o bloco das multas.

Obrigado Cristiano <3

Bons passeios

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *