Porquê viajar com as crianças?

Viajar com os filhos dos outros

Fazemos viagens a três, mas a família são aqueles que escolhemos (já dizia alguém), e para nós viajar em família é, também por vezes, levar os nossos padrinhos de casamento.

Este casal não tem filhos.

Como as nossas viagens sem filhos foram há pouco tempo, a memória ainda está fresca. E de uma coisa nos lembramos muitoooooo bem: jamais incluía crianças.

Pedimos-lhes que nos dissessem 5 motivos, pelo qual o fazem.

Estávamos um bocadinho nervosos com o que aí vinha, mas determinados a transcrever, fosse lá o que fosse. E acrescentar a nossa versão dos factos.

1- As manhãs são sempre diferentes, num dia está tudo bem noutro tudo é drama, mas a maneira como se ultrapassa tudo, é qualquer coisa muito gira.

– Acordar com alguém que não controla o humor, é horrível. A maneira como se ultrapassa a situação, também depende do nosso humor. Acordar com uma sirene dos bombeiros na orelha, é um grande drama.

Nós também, não sabemos como aguentamos…

2- Novo sentido de responsabilidade, já não somos só nós, está ali mais alguém que depende de nós, cumprir horários torna- se algo muito importante.

Sim… é mesmo. Só não conseguimos perceber é, o que isto tem de bom, para alguém que não tem a obrigação.

Ou estão a treinar, ou é fascinante, ver como é que os pais lidam com isto de comer ás 20 horas em ponto, quer tenham fome ou não. Certamente o pequeno viajante tem uma fraqueza pavorosa de quem não come, há pelo menos 2 horas!!

Os pais habituam-se a tudo.

3- Arranjar sempre novas formas de entretenimento.

Obrigado por gostarem de o entreter. São minutos preciosos, em que aproveitamos para falar um com o outro. Nem sempre é fácil.

4- Aprendemos a dar valor às pequenas coisas, que nós não reparamos mas os pequenos estão sempre atentos.

Que grande verdade! é uma característica das crianças, que adoramos. Viajar com elas permite-nos distanciar de coisas óbvias e, apreciar pormenores que só eles vêm. É muito bom.

É o primeiro argumento, que consideramos plausível.

5- E sejamos sinceros, é sempre uma alegria ter um pequeno viajante por perto, dá mais cor e mais valor a tudo o que estejamos a fazer. Claro que dá vontade de o apertar, mas é mesmo assim. Os momentos menos bons são tão poucos que, no final da viagem não lembramos muito bem se ele se portou alguma vez menos bem.

A capacidade de esquecer coisas menos boas, é comum a todos. Só pode.

Sejamos sinceros, a nós também dá vontade de o apertar, de vez em quando.

Dá mais cor, quando quer fazer um desenho com as canetas de pintar da Tia I. Quando dá cor a mesa do jantar, com molho de tomate, sopa e afins… Ou ao sofá.

6- Se podia viajar sem vocês? Podia, mas não seria a mesma coisa. 🤗

Não seria não. Seria muito mais tranquilo.

Podiam não ter de parar vezes sem conta no WC.

Podiam não ter de ajudar a carregar o carrinho escada a cima, e Metro a baixo.

Podiam não ter horas para comer.

Podiam ter silêncio.

Podiam fazer muita coisa, que nós antes fazíamos e já não fazemos.

Temos saudades? Na realidade, só por breves momentos.

Por exemplo, acordar com o acender da luz, directamente nos olhos e gritos “O Andé qué uma papa de colher!”, dá saudades dos tempos em que acordávamos á hora que queríamos. Mas 5 minutos depois ouvimos: “Humm ’tá muito boa a tua papa mamã“. Pronto, já passou a saudade.

Cada vez é mais fácil viajar com ele.

Cada vez, carregamos menos coisas.

Cada vez, ele é mais autónomo, põe os filmes no avião, vai ao WC, dorme sozinho, etc, e isso dá-nos alguma liberdade de volta.

Cada vez, é mais fascinante observa-lo a ver o Mundo.

Mal podemos esperar pela próxima aventura!

Aos nossos amigos, só podemos agradecer. São uns corajosos!

Não é fácil viver uma semana dentro de uma caravana, com um miúdo com tanta energia. Nós, não sabemos se o faríamos. Mas somos muito felizes por o fazerem connosco.

Para quem não tem filhos, é fácil opinar ou tentar imaginar o que fariam no nosso lugar. Mas isso cai tudo por terra, quando os nossos bebés nascem. É mais complicado, do que ás vezes parece. Sentimos sempre um bocadinho avaliados.

Os pais são tolerantes e estão habituados a presença da criança. Mas estes amigos não têm filhos… continuamos a pensar: “Como conseguem eles ir??!

Por fim, o que pensávamos que iam ser os 5 motivos:

– Nós vamos de viagem com o vosso filho porque, vocês são espectaculares! 😛

– Nós vamos de viagem com o vosso filho porque, tem piada brincar com uma criança de 2 anos durante 1 hora, e depois passa-la acelerada e doida, para os braços dos pais.

– Nós vamos de viagem com o vosso filho porque, estamos a fazer um treino intensivo e a rezar para que, se algum dia tivermos filhos, ele tenha só 20% da energia do pequeno viajante.

– Nós vamos de viagem com o vosso filho porque, estamos a fazer uma experiência cientifica.

– Nós vamos de viagem com o vosso filho porque, no fim da viagem precisam sempre da nossa única mala de viagem com espaço de sobra, para enfiarem o resto da vossa tralha que não coube em 3 malas.

Bons passeios

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.