Porquê viajar com as crianças?

Vamos a contas famílias!!!

A propósito do post As famílias precisam de descanso, recebemos 2 ou 3 comentários a dizer que os Duarte defendem os passeios baratos, mas que iam para resorts 5 estrelas. Pois bem.

Agradecemos as mensagens. Estas, dão-nos a ideia do que podem estar a pensar mais pessoas. E assim que ouvem falar de um alojamento 5 estrelas, desistem logo da ideia de ir.

Não façam isso! Vamos a contas!

O Macdonald-Monchique não nos pagou o post. Era fantástico, mas não temos essa importância toda.

Uma suite Pátio custou 66€/noite. A vista é, tal como o nome indica, para o pátio (parte de trás do hotel). Mas, isto não a faz menos confortável. E a bem da verdade, quanto tempo passariam a observar a paisagem na varanda? 15minutos? Se têm miúdos pequenos, nem a janela pode estar aberta, pois basta 2 segundos de distração e eles já estão a explorar.

Era o fim da época baixa. Os preços a partir de agora sobem. É normal, há mais procura e há poucos alojamentos com tão boas condições para famílias com crianças pequenas.

Levámos a comida de casa, 3 refeições,  2 lanches e 1 pequeno-almoço. Não deu trabalho quase nenhum e não tivemos de comprar praticamente nada, porque já tínhamos tudo em casa na despensa.

Ficar em casa, também tem custos, ou não? As refeições são as mesmas. Os miúdos entediados, é a duplicar. O cansaço é o triplo, pois quem é que consegue ficar em casa a ignorar o monte da roupa para dobrar?

Ficar o fim-de-semana em casa, mas dar uns passeios perto e almoçar fora para desanuviar de fazer a comida. Gasta-se em média 40€, depois os miúdos querem um gelado, e depois têm sede outra vez. Nós, também queremos um gelado. Mais a gasolina. Mais tarde vamos a um centro comercial… arranjamos logo qualquer necessidade e gastamos mais qualquer coisa. E assim já se gastou o mesmo, ou mais do que os 66€. Quem pode negar isto?

Ir a qualquer lado passear, não tem só um gasto financeiro. Tem um acrescento de valor.

Mudar de ares, nem que seja para a vila vizinha, acrescenta valor á vida e á rotina.

Semanas e semanas que passam sem um único registo de diferença, fazem-nos ficar muito mais cansados e desmotivados. Para as crianças pequenas, a novidade, também acrescenta conhecimento, ver coisas novas, experimentar comida diferente e saber comportar em determinadas situações. Observar. Já repararam como eles observam o ambiente que os rodeia bem devagar? Os adultos têm de se obrigar a fazer isto, e eles fazem-no naturalmente.

Não há absolutamente nada que substitua, o passear/viajar, como uma experiência muito completa de ensino para as crianças, de variadíssimas maneiras.

Passear em família é a melhor forma de criar laços profundos com as crianças, e, inevitavelmente gera um conjunto de momentos em que se lhes pode ensinar de tudo um pouco, que jamais poderiam adivinhar ou preparar antecipadamente. Porque as situações saem fora da sua rotina: um estranho que os cumprimenta, comportar-se num  local silencioso, respeitar regras de um local novo, e por aí fora.

O maior valor que passear em família oferece ás crianças é o ensinamento de quão importante eles são para nós. Quando levamos as crianças para viajar (especialmente se costumam fazer sozinhos), é uma forma direta de comunicar a importância delas na nossa vida.

Como sabem, com toda a certeza, eles aprendem mil vezes  melhor com as nossas ações do que com as nossas palavras. Dizer que eles são importantes, que os amamos, que são importantes na nossa vida, é tudo muito certo e bom, mas não há substituição para a mensagem positiva que chega até ás suas almas pelo facto de escolhermos partilhar aquilo que nós pais temos de melhor para eles:  tempo de qualidade.

Já viram o ar triste que põem as crianças, quando os pais vão fazer qualquer coisa que não os inclua? Até trabalhar. Até aquele dia que os podemos levar ao trabalho. É  vê-los de peito inchado, todos contentes.

Que forma mais sincera e simples temos nós pais de os valorizar? Do que lhes dar toda a nossa atenção. Assim, aumentamos a sua autoestima e ainda nos divertimos bastante.

Bons passeios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.