Roteiros

Hong Kong com mini-viajantes – 5 coisas imperdíveis

Hong Kong com crianças

Muitas famílias têm a ideia que Hong Kong é uma cidade gigante, acelerada, confusa e sem grande interesse histórico. E quando pensam em férias em cidades, não consideram Hong Kong nas suas primeiras escolhas. Achamos que é só por falta de incentivo, então, escolhemos 5 coisas imperdíveis para conhecer em Hong Kong com os mini-turistas.

Garantimos que vêm de lá tão apaixonados, como nós.

Antes de planearem a visita a HK deixamos 3 informações preciosas:

Tal como muitas cidades grandes asiáticas, HK não é amiga dos carrinhos de bebé/criança. Tem muitas subidas e descidas, escadarias enormes, os passeios não são estreitos, mas têm milhões de pessoas a circular atarefadas. Andar com um carrinho no meio das massas de pessoas, é de uma dificuldade enorme.

A boa noticia é que os transportes públicos são baratos e do mais eficiente que já conhecemos. E divertidos! O Star Ferry e o Eléctrico (Tram) são óptimas formas de nos deslocarmos com as crianças. O Metro (MTR) é limpíssimo e tem ar condicionado em todo lado. Autocarros e táxis há com fartura e não são caros também.

O Clima: HK tem 4 estações como em Portugal. A primavera é quente e húmida. O verão é muito quente e chuvoso. O outono é agradável e solarengo e o inverno é gelado e seco. A melhor época para se visitar esta cidade é de Outubro até ao final do ano, que é quando o tempo é mais agradável. Quem lá vive não gosta do verão por ser demasiado quente e obrigar a estar dentro de edifícios com ar-condicionado. Entre maio e novembro ocorrem as tempestades. A época dos tufões é em setembro. Se o alerta de tufão for até nível 3, pode-se andar na rua, mas se for mais alto do que isso devemos permanecer em casa. Quando o alerta chega a nível 8, todas as lojas, bancos e escolas, etc,  fecham.

Entre duas visitas a HK, verão e inverno, gostámos mais do verão. A nós só começa a incomodar calor acima de 40 graus. E a humidade não nos incomoda, primeiro estranha-se e depois entranha-se.

5 coisas imperdíveis em Hong Kong:

1-Big Buddha & Ngong Ping Village

Hong Kong com crianças
Big Buddha

Preço – Adulto $23, Criança $12 (Bilhetes com desconto aqui: Klook)
Horário – 08/18h
Melhor forma de lá chegar – Metro, paragem Tung Chung + Teleférico (os de chão transparente são muito mais giros, a duração da viagem é de 25min).

Tian Tan Buddha (o Big Buddha) está na ilha de Lantau. Depois de chegar à ilha, têm 268 degraus até chegar ao Buddha e poder observar as maravilhosas paisagens.

Perto do Big Buddha está situado o maior centro budista de Hong Kong, o mosteiro Po Lin, que é igualmente uma atracão turística.

Hong Kong com crianças
Po Lin

2-Peak Tram

Hong Kong com crianças

Apanhar o eléctrico para Victoria Peak (ilha de Hong Kong), é uma atracção muito gira para as crianças. De inverno, se estiver mau tempo, a visibilidade é pouquíssima, e não vale a pena ir.

É um funicular puxado por cabo que leva os visitantes até ao ponto mais alto da ilha de Hong Kong. Funciona desde 1888. Lá em cima encontram uma vista para os arranha céus de um lado, e do outro as montanhas.

Hong Kong com crianças3-Temple Street Night Market

Este agitado mercado é um dos mais famosos em Hong Kong. Tem imensas bancas cheias de tudo um pouco, e é possível comer comida local e apreciar a atmosfera. Os mini-turistas adoram estes mercados, pois estão cheios de cores e brinquedos à venda.

 

Não tem necessariamente que ser visitado pela noite fora (para quem tem crianças pequenas). No final da tarde já está tudo aberto. Ou se quiserem levar as crianças a ver a Sinfonia das Luzes, então aproveitem para jantar aqui.

4- A Sinfonia das Luzes

A sinfonia das Luzes é um fantástico show noturno a não perder. É grátis. É o espetáculo maior do mundo de luzes e som, que está a decorrer de forma permanente.

 

Acontece todos os dias, e o melhor lugar para se ver é no lado oposto aos arranha-céus, em Victoria Harbour, no Centro Cultural. Nesta zona também se ouve a música. Quem não gosta de luzes? Os mini-turistas nunca viram nada igual, e vão falar sobre isso muito tempo. A atmosfera no local antes de começar é muito contagiante e toda a gente está ansiosa.

Convém chegar bocado antes (10-15min) para apanhar um bom lugar, pois costuma ter muita gente a assistir.

Início da Sinfonia: 20:00

Duração: 13 minutos

5- Hong Kong Disneyland

 

Ir a Hong Kong sem não aproveitar para visitar a Disneyland, é uma pena. Embora a cidade tenha animação para 2 semanas inteiras, sem nunca repetir lugares, ir à Disney é uma delícia. Os miúdos deliram e os adultos não ficam atrás. Nós gostamos muito, é um lugar onde passamos o dia a sorrir, não é bom?

É tudo tão bonito, feito e decorado com tanto pormenor e atenção. Podemos voar no espaço em Tomorrow Land, visitar uma casa assombrada em Mystic Point, conviver com o Woody do Toy Story, e muito mais.

O melhor desta Disneyland é que não tem as multidões terríveis de outras Disneyland. Quem já visitou várias, diz que esta é a mais tranquila, e que o dia rende muito mais por não haver quase filas.

Existem imensas coisas para ver em Hong Kong, a lista é enorme. Quase todos os lugares são bons para crianças. Há parques verdes por toda a cidade, com áreas para brincar.

Para os portugueses existe a possibilidade de visitar, uma emblemática e tão portuguesa região:

Macau

 

Um dia chega para visitar Macau, de forma geral. Estando em Hong Kong é super fácil lá chegar de ferry, na Cotai Waterjet ou na Turbojet. E a viagem, por si só, já é bonita.

Macau é um destino conhecido para jogadores profissionais (gambling industry), mas há mais coisas para ver além de casinos. A arquitetura foi o que mais gostámos, pois é uma mistura de época portuguesa colonial, e arquitetura chinesa. Os nomes da ruas estão em português, mas não ouvimos português falado, em nenhum local.

Se precisarem de mais informações sobre Hong Kong, não hesitem em enviar msg. Há muito para contar sobre esta cidade, que não cabe num único artigo.

Bons Passeios!

Vai gostar de ler:

Malásia primeira Ásia
bangkok
Bangkok com crianças

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *