Roteiros

O que esperar de uma viagem ao Panamá com crianças

América Central e do Sul, são destinos que têm morada fixa na nossa lista de desejos, mas na hora de decidir, o fator financeiro fala mais alto e acabamos por adiar a partida. Queremos fazer viagens com alguma frequência e acreditamos que ir é melhor do que ficar.

Logo, não podemos gastar todo o orçamento anual numa viagem, e acabamos sempre a desviar a rota para outros lugares.

Panamá estava debaixo da nossa mira há demasiado tempo, e foi um golpe de sorte que nos empurrou para lá: um voo de preço competitivo que encaixava nas nossas férias! Sentimo-nos entusiasmados, positivos e decidimos avançar.

Ver: Os 10 erros que nos fazem comprar os bilhetes de avião mais caros

Mas não estávamos nada preparados para o que estava reservado!

Um pouco cansados de informação repetitiva espalhada na internet, e sem tempo para grandes pesquisas, deixámo-nos levar pelo nosso wanderlust, confiámos na experiência e relaxámos.

Se por um lado a aventura deixou-nos sem palavras quase todos os dias com a maravilhosa biodiversidade, por outro lado, não foi nada fácil ver os dólares a voar da carteira à velocidade de um tornado. Foi das viagens mais bonitas que fizemos e acreditamos mesmo que não saber, de antemão, tudo sobre um lugar contribuiu bastante – retirou pressão e não ficámos com expectativas muito elevadas.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Tomavam o pequeno-almoço almoço no meio da selva? 🌴🌴🌴 #selva #panamazing #natureza #wildnature 🐍🐒🐊🐜🐝🐛

Uma publicação compartilhada por Viagens para famílias ✈ (@onde_andam_os_duarte) em

Talvez façamos isto mais vezes!

Houve situações em que nos disseram que podíamos ter cortado por “este caminho” ou visto “aquela coisa” que era já ali, mas isso não foi um problema e é bem melhor de encarar do que a desilusão com um lugar.

Já lá vão alguns anos desde que percorríamos um pais inteiro em 15 dias, agora queremos aproveitar e queremos que o mini-viajante também aproveite sem correrias nem horários restritos. Assim focámo-nos em 4 lugares:  Bocas del Toro e arredores (Mar das Caraíbas), Cidade do Panamá, Isla Coiba e Santa Catalina (Oceano Pacifico)

Ver : Viajar com crianças NUNCA é uma perda de tempo

O que esperar de uma viagem ao Panamá com crianças

Comida pouco variada

Disclaimer: Gostamos de lugares típicos e observar as prateleiras dos supermercados à procura de produtos diferentes do nosso habitual. Logo, restaurantes gourmet não nos passam pela vista.

  • Muitos produtos são importados da América do Norte e incrivelmente existe pouca fruta (não esperávamos). Existe bastante marisco, mas muitas vezes é frito, e também imenso frango. Aliás, muita comida é frita. Temos a sorte de poder (e gostar) comer de tudo um pouco, o que facilitou muito a alimentação. E existem restaurantes de gastronomia internacional em todos os lugares onde fomos, embora não fosse o que procurávamos, foi algumas vezes a opção mais prática.

  • 5% da população no Panamá é oriunda na China, o que quer dizer que os panamenhos além de terem vários hábitos provenientes do Oriente como o desayuno chino nos fins de semana (dumplings e noodles pela manhã), também viram o comércio desenvolver com estes imigrantes. Quase todo o comércio pertence a famílias chinesas, desde os supermercados às drogarias ou cafés.
  • Com a construção do Canal do Panamá, vieram os Americanos e trouxeram o brunch, oferecido por toda a parte.
  • Sandes, bolos e empanadas variadas, fritas e recheadas com carne ou queijo, são o equivalente ao nosso rissol mas maior, e a massa muito mais pesada.
  • Podem procurar pratos como Ropa Vieja (carne cozida desfiada e depois refogada com alguns legumes), sancocho (espécie de canja com pernas de frango e batatas), ceviche (peixe cru em vinagre e cebola) e patacones (banana ou plátano frito salgado) e não vão morrer de fome.

Variedade de atividades

Imaginámos que o nosso grande trunfo seria a natureza. E não nos enganámos! Para famílias aventureiras, viajar para o Panamá com crianças é uma experiência inesquecível. Desde caminhadas na selva, a passeios de observação da vida marinha (baleias se tiverem sorte) e passeios de barco entre as ilhas do Caribe, existem inúmeras maneiras de explorar as maravilhas naturais deste país.

Entre todas as atividades destacamos:

  • Brincar muito nas praias de Bocas del Toro

O arquipélago caribenho de Bocas del Toro oferece alguns lugares de praia incríveis em águas muito calmas. É um santuário de beleza natural composto por nove ilhas principais e centenas de ilhotas. A melhor maneira de conhecer a cadeia tropical de ilhas é apanhar uma lancha de madeira na cidade de Bocas, e saltar de uma ilha para outra. Descobrirão praias paradisíacas, vida marinha exótica, os recifes de corais das Ilhas Zapatilla, lagos subterrâneos e golfinhos a nadar ao longo das margens, onde as ondas quentes encontram os labirintos de mangue.

Para as famílias que viajam com crianças, a melhor opção é ficar na ilha principal de Isla Colon, com fácil acesso ao aeroporto e ao hospital. Isla Colon é também a casa da surpreendente Playa Estrella, com coqueiros, águas azul-turquesa e estrelas-do-mar visíveis no fundo do leito do mar, é um sonho para pais e filhos.

  • Snorkeling na Isla Coiba

panamá com crianças

Santa Catalina é uma vila na costa do Pacífico, mesmo em frente a um arquipélago composto por 38 ilhas, incluindo o deslumbrante parque marinho de Isla Coiba. Conhecida pelo mergulho, é semelhante a algumas das Ilhas Galápagos do Equador, graças à vida subaquática exótica extremamente diversa.

  • Muitos passeios de barco

panamá

Nas zonas costeiras de Bocas del Toro, em Santa Catalina ou até na cidade do Panamá, os passeios de barco são uma atividade convidativa para famílias. Nunca cansa.

  • Biodiversidade incrível

 

Ver essa foto no Instagram

 

O mangue denso está cheio de viva 😍 #estrelasdomar #travelwithkids #travelblog 🌎

Uma publicação compartilhada por Viagens para famílias ✈ (@onde_andam_os_duarte) em

O Panamá é um paraíso tropical que hospeda algumas das espécies mais diversas e exóticas de animais e plantas do planeta. Devido à sua posição geográfica, o país serve como um corredor biológico que liga a América do Norte e do Sul. Quase totalmente coberta de floresta tropical, com florestas montanhosas e manguezais, abriga mais de 10.444 tipos de plantas, 255 espécies de mamíferos e 972 espécies de aves.

A todo o momento existe um animal ou uma paisagem à vista, que nos vai deixar maravilhados.

Que aprendizagem é melhor do que esta?

Não esquecer de adicionar 7% às contas

No início faz um bocadinho de confusão, porque em quase todo o mundo o preço dos produtos é o preço final. No Panamá temos de somar 7% para ter a certeza do preço. No final de 3 dias já é automático.

panamá com crianças

A água da torneira é ótima e uma excelente alternativa

Na cidade do Panamá comprámos uma garrafa de 2 litros de água por 4 $, e as de 0,75L são 1 $ em quase todo o lado. A temperatura em Maio rondava os 35 graus, andamos imenso a pé, podem imaginar quantas comprámos até percebermos no terceiro dia que a água é belíssima e que apenas os turistas compram água engarrafada.

Além de nada ecológico, era bastante irritante andar constantemente a comprar garrafas de água.

panamá com crianças

O câmbio é fácil

A moeda principal no Panamá é o dólar americano. Os balboas panamenhos só existem em formato de moeda (1 balboa igual a 1 dólar). Isto torna muito fácil para os turistas norte-americanos viajarem para o Panamá, e para quase todos os outros também, já que a maioria de nós está familiarizado o suficiente com a moeda e não precisa usar a calculadora cada vez que quer fazer um pagamento.

Se gostam de guardar 2 ou 3 notas dos países por onde passam, como nós, só vão trazer as moedas!

Bons Passeios!

Próximo artigo: 

O que não podem perder em Bocas del Toro – Panamá

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *