Roteiros

Milão em 3 dias – O que visitar com crianças

Lago Di Como

Milão é a região mais populosa de Itália, cheia de atrativos turísticos, e com uma área enorme. Fomos visitar Milão em 3 dias, tivemos de ser práticos e descomplicados pois levámos 2 crianças (3 e 5 anos) e um bebé de 8 meses.

Vamos dar uma volta a Milão?

Comprámos o voo em Dezembro de 2017, na Easyjet, por 125€, 2 adultos e uma criança de 3 anos, comprovando que quanto mais cedo organizarmos a viagem, mais barato é o custo. Ver artigo: 10 Erros que nos fazem comprar os bilhetes de avião mais caros.

Milão em 3 dias – O que visitar com crianças

Milão é grande. Existem vários meios de transporte disponíveis: elétrico, comboio, metro, táxi e bicicletas. Atenção: não é possível comprar os bilhetes dentro dos transportes, apenas em máquinas de venda automática em alguns lugares, ou em quiosques.

No entanto, a cidade é plana, e a pé é possível disfrutar muito mais. Foi assim , que passeamos por quase todo o lado: a pé.

Duomo Di Milano

É uma das mais extraordinárias catedrais góticas do mundo, a sua construção começou em 1386 onde antes existiam duas igrejas e durou mais de 400 anos. Foi integralmente construída com o mármore branco e rosa de Candoglia que viajava através dos canais de Milão e chegava a um lago que existia atrás das igrejas.

milão em 3 diasÉ impossível ficar indiferente a este monumento. Ao chegarmos ao largo do Duomo sentimo-nos logo minúsculos perante a grandiosidade do edifício. Só a olhar para a fachada podemos observar 8200 blocos de mármore e uma abundância de estátuas, que são 3500.

Grandiosas, são também as filas para visitar o interior da catedral e as suas varandas! A melhor hipótese para ganhar tempo, é investir num bilhete com Fast Track. Porque embora seja fácil comprar os diversos bilhetes nas bilheteiras ou máquinas, o que realmente demora são as inspeções aos visitantes: comida e bebida não é permitido, assim como roupas curtas ou de ombros à mostra.

milão com criançasNas varandas é mais fácil admirar os pináculos e suas estátuas. E é daqui que, também, se pode observar a estátua mais amada da cidade: La Madonnina. Uma estátua dourada de Nossa Senhora ( a catedral é dedicada a Santa Maria Nascente), colocada na agulha mais alta da catedral e que vigia os milaneses e é um dos símbolos da cidade. La Madonnina foi o ponto mais alto da cidade durante muitos séculos, até a moderna torre de Pirelli lhe roubar o título.

Galeria Vittorio Emanuele II

De frente para a fachada do Duomo, no nosso lado esquerdo encontramos esta Galeria.

milão com criançasConstruída em 1877 com teto de ferro e vidro, como as novas construções arquitetónicas na Europa naquela época (como o Crystal Palace em Londres), o edifício aloja cafés e restaurantes históricos de Milão como o Biffi, Il Camparino e o icónico Savini, lojas de moda como Prada ou Louis Vuitton. Todos os estabelecimentos têm o seu nome do lado de fora escrito em dourado com fundo preto.

Em 1943 durante a Segunda Guerra Mundial a Galeria não foi poupada dos bombardeamentos ingleses e foi quase completamente destruída. A sua reconstrução dos anos seguintes trouxe de volta todo o seu esplendor, e hoje é um monumento lindíssimo de visitar atravessando com calma e observando a beleza dos pormenores, no chão e no teto.

Museu Nacional da Ciência e Tecnologia de Leonardo da Vinci

O Museu de Ciência e Tecnologia Leonardo da Vinci tem a maior coleção do mundo de máquinas feitas com base nos desenhos de Da Vinci, e é o maior museu técnico-científico da Itália. A coleção do museu abrange 16.000 bens históricos que representam a história da ciência, da tecnologia e da indústria italiana do século XIX aos dias de hoje.

milão com criançasDentro da Galeria Vittorio Emanuele há uma exposição- Leonardo Museum3 com metade da coleção deste museu, e nós fomos visitar. Com peças originais e outras cópias, material interativo e educativo, este museu é muito giro para nós adultos e para os miúdos que estavam muito divertidos com aquilo tudo.

Piazza Della Scala

Ao sair da Galeria, encontramo-nos na Piazza Della Scala, onde está situado o famoso Teatro Scala. O nome do teatro vem da Igreja Santa Maria alla Scala que existia no local até o século XVIII, quando foi demolida para dar espaço ao teatro Regio Ducale, mas este teatro ficou destruído num incêndio e só depois nasceu o renovado Teatro alla Scala, em 1778.

milão com criançasNo centro da praça está uma estátua de Leonardo Da Vinci. O monumento é uma solene imagem do cientista e aos seus pés encontram-se 4 dos seus discípulos.

Há também uma fonte de água fresca, que faz as delícias dos turistas no Verão.

milão com criançasNaviglio

Naviglio Grande é um dos diversos canais de Milão que se encontra localizado no bairro Navigli. Este importante canal da cidade era o responsável por fazer a ponte entre Milão e Suíça. Após o processo de desenvolvimento de novos meios de transporte os canais foram cobertos e destinados a um outro setor: o de turismo.

milão com criançaNavigli é um bairro milanês que corta dois dos diversos canais que passam pela cidade, o Naviglio Grande e Naviglio Pavese. Com o passar dos anos esta região incrível passou por um intenso processo de desenvolvimento, tornando-se ponto de encontro de uma enorme quantidade de moradores e turistas da cidade. Hoje o que encontramos por lá são diversos restaurantes, lojas, galerias, cafés, bares e geladarias.

Para encontrar o bairro Navigli em Milão a dica é apanhar um autocarro ou o metro. A estação mais próxima de metro é: Porta Genova. Por acaso, fomos a pé desde o centro, mas valeu a pena pois pelo caminho fomos encontrando fontes e jardins.

milão com criançasA estrutura destes canais foi, em parte, idealizado por Leonardo da Vinci. E ainda hoje se pode ver o inovador sistema de bloqueios criados pelo cientista. Naviglio Grande foi a primeira obra de engenharia hidráulica Lombarda que data do século XII, o que permitiu o desenvolvimento da agricultura, transportes e comércio. Através deste canal, transportava-se o mármore para a construção da Catedral Duomo de Milão.

Via Orefici e Via Dante

Deixando o Duomo nas nossas costas, seguimos em frente por estas duas movimentadas ruas que vão dar diretamente no Castello Sforzesco.

milão com criançasA Via Dante é uma importante e elegante rua de pedestres no centro de Milão e conhecida por conter vários teatros, lojas, restaurantes, cafés, palácios e bares. A rua tem numerosos edifícios finos, principalmente dos séculos XVIII e XIX.

milão com criançasAté 1958, continha várias ligações de transporte e uma linha de elétrico, mas em 1996, a rua tornou-se totalmente pedestre.

Castello Sforzesco

Envolvido por muros altos e imponentes, o Castello Sforzesco está aberto ao público para visita ao espaço exterior, gratuitamente. É um local rico em história, contém vários museus, mas também tem muitas atividades para crianças e adultos. Pode-se visitar as suas ameias, locais subterrâneos, ver algumas múmias aqui e acolá no Museu Egípcio. Muitas armaduras e armas.

milão com criançasPode-se aproveitar com toda a liberdade os jardins do Castello. Turistas e milaneses enchem o espaço durante as tardes quentes de verão, aproveitando para fazer picnics, ouvir musica, apanhar banhos de sol enquanto comem um gelado.

milão com criançasComo chegar ao centro de Milão?

Para chegar do aeroporto Milão Malpensa ao centro, o tempo de viagem é de cerca de uma hora de carro ao longo da auto-estrada A8 (Milano-Laghi, Varese saída Busto Arsizio-Malpensa). Há também serviços de transporte que ligam o aeroporto à Estação Central e Linate (Malpensa Bus Express, Malpensa Shuttle Air Pullman). Ou de comboio (o que nós usámos) para a Estação Central (Malpensa Express).

Em todos os aeroportos existem muitas empresas de aluguer de automóveis, serviço de carro com motorista e táxis (Mytaxi). A Uber também funciona bem.

Onde ficar em Milão?

Ficámos na Casa Della Zia. O Pascal, o seu dono é um rapaz simpático, muito prestável e o seu alojamento é uma delícia para quem gosta de lugares simples, mas típicos, limpos e arejados. Tem um jardim na parte de trás onde se pode fazer as refeições.

A cozinha está aberta a todos os clientes, que queiram usar para guardar/fazer alguma comida.

Os miúdos depressa se adaptaram ao layout da Casa Della Zia, e circulavam sem dificuldades. Tem um pequeno átrio onde cabem vários carrinhos de criança (estavam lá 4), e os hóspedes têm a chave da porta principal para entrarem e saírem a qualquer hora.

Bons Passeios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *